Por que muitas empresas fecham com menos de 2 anos?

Por que muitas empresas fecham com menos de 2 anos?

No Brasil, 1 em cada 3 pessoas têm o sonho de abrir o próprio negócio, e muitas seguem este sonho, porém quando ele se torna realidade as coisas podem acabar caminhando de uma forma diferente do esperado. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), cerca de 25% das empresas fecham antes de completar dois anos e, no contexto das microempresas, esse índice sobe para a casa dos 50%. Considerando esses dados, surge a pergunta: quais são as causas da mortalidade dessas jovens empresas?

Elas são basicamente: falta de planejamento prévio, falta de gestão empresarial e falta de espírito empreendedor.

Falta de Planejamento Prévio

Toda empresa precisa de um planejamento, análises de mercado, planos de negócios e estudos de viabilidade para ter sucesso. Na maioria dos casos não é só uma ideia inovadora que faz uma empresa ter sucesso, é preciso também planejar como aproveitar as oportunidades e agir diante das adversidades do mundo de negócios. Uma empresa sem planejamento chega no mercado sem conhecê-lo, inicia suas atividades com um produto ou serviço sem garantia de sucesso e sem formas de contornar um possível fracasso, além de não saber a quantia que necessita e nem como investi-la.

Falta de Gestão Empresarial

A gestão empresarial é o volante da empresa e, como um carro sem volante, uma empresa sem gestão não consegue rodar. Para o carro sair do lugar são necessárias: a gestão financeira, que controla e direciona os recursos da empresa, a gestão estratégica, que coordena a empresa para atingir seus objetivos, e a gestão de recursos humanos, que cuida da sua força de trabalho, sejam essas três funções cada uma sob a responsabilidade de uma pessoa ou um grupo de pessoas, ou mesmo todas sob um mesmo responsável ou mesmo grupo responsável. Uma empresa com um desses três pilares em mal funcionamento corre riscos de fracassar, seja por irresponsabilidade financeira, por variáveis do mercado que prejudiquem o negócio, ou por um clima organizacional ruim, o qual pode atrapalhar a operação de uma empresa.

Falta de Espírito Empreendedor

Além dos fatores mais técnicos, a persistência e a motivação do empreendedor também são essenciais para o sucesso de uma jovem empresa. O empreendedor precisa realmente ter a vontade de ter um negócio, se manter em constante aprendizado sobre seu nicho e sobre o mercado em geral, estar aberto a fazer novas conexões, e sempre preparado e disposto para se sobrepor diante das dificuldades.

Então como fazer meu negócio funcionar?

Um bom planejamento, uma boa gestão e um espírito empreendedor: três pilares nada triviais de se estruturar, porém recompensadores. Com eles, sua empresa vai operar e se adaptar da melhor maneira para os cenários futuros.

Sobre o autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem somos

Parte do Movimento Empresa Júnior, o Grupo Gestão é uma organização sem fins lucrativos, formada por alunos da Universidade de Brasília, com o propósito de impactar a sociedade através de uma consultoria empresarial inovadora.

BAIXE AQUI